domingo, 23 de abril de 2006

Resenha Crítica - DON'T SAVE ME


Single: Don't Save Me
Artista: Marit Larsen

Autoria: Marit Larsen
Album: Under The Surface
Gravadora: Propeller Recordings/Virgin Norway/EMI Norway
Data de lançamento (Noruega): 06/02/2006
Data de lançamento no Brasil: Sem previsão de lançamento
Veja o vídeo no link ao lado: http://www.youtube.com/watch?v=aMLby-ESs0Q&feature=TopRated&page=1&t=t&f=b
Faça o download da canção no link ao lado: http://www.megaupload.com/?d=B65QYTBL

Letra:
You say We must move forward
And I say Let's not go back
Once we were brave explorers
But this train is worn out track

Don't chase that setting sun
Look what we become

Don't save me
I'll save you the hassle
Our little castle
Is a house of cards
This empty heartache's pending
This is us ending


You say You were just kidding
And I say This is no joke
We've grown and we're not fitting
We've flamed now to a wisp of smoke

Don't turn the truth around
It reads the same way upside down

Chorus
So don't save me
Don't you dare


Little by little
Sneaking upon
Until it's too much to ignore
Let's live in the middle
Before it dead ends
I've been down this road
Don't you dare
Leave me here
I'll be looking elsewhere

Chorus

Chorus
So don't save me
Don't you dare



Fonte: www.rb.no

"Under The Surface", o álbum


Primeiramente, hoje deveria ir ao ar uma resenha sobre um dos álbuns que Marisa monte lançou este ano - "Infinito Particular", para ser mais exato -, mas esta música marcou tanto que dois dias antes da entrega do texto, mudei de idéia (com os devidos avisos aos meus colegas e ao Diretor, logicamente!). Sorte minha que todos me apoiaram nesta empreitada!


A qualquer um que se pergunte, a resposta certamente será "Mari... o quê?" Se eu der uma segunda referência, haverá três tipos de resposta: "nunca ouvi falar!", "Esse lixo? Fala sério!" ou "É sério? Acabou? mas eu gostava tanto!". Falo agora que esta referência é um duo norueguês que atendia por M2M. Marit era "a loura do M2M", a garotinha tímida que tocava violão e cantava pouco, dando espaço para que a morena pianista (e dona do vozeirão do grupo) Marion raven brilhasse. Elas fizeram relativo sucesso aqui no Brasil com seus primeiros singles, "Don't Say You Love Me" [que foi #1 nas paradas radiofônicas, na esteira do primeiro filme dos Pokémon(!)] e "Mirror Mirror" (este, embora de qualidade superior, foi menos explosivo por não ter mais o sabor da novidade. Apenas conseguiu um lugar ao sol das paradas brasileiras porque elas vieram aqui, passando pela MTV, pelo Raul Gil, pelo Pânico e diabo-a-quarto mais!). Mas, após isso, elas sumiram.


Neste tempo de ostracismo brasileiro, elas fizeram seu segundo álbum, excursionaram com Jewel, apareceram no seriado "Dawson's Creek", e tudo o mais. Mas "The Big Room", o segundo álbum, não obteve o mesmo êxito do antecessor, "Shades Of Purple", então, a gravadora Atlantic rompeu o contrato. Mas o pior para Marit viria junto com esta notícia: o M2M acabava para que a Atlantic pudesse investir apenas em Marion Raven, que, após tal episódio, além de ex-companheira de banda, tornou-se ex-amiga de infância.


Mas isso foi em 2002. E um fato curioso ocorreu: a Noruega natal das meninas, que não deu muita bola ao som delas, começou a apoiar Marit, transformando-a numa espécie de "poetisa desprotegida" e tachando Marion como um "traidora vendida". Mas ao invés de deitar na "fama", Marit preferiu se isolar e refletir sobre a sua vida desde o M2M. Mas em 2004, ela já estava mostrando que seu talento para a música continuava intacto. Em gigs para amigos, ela foi ganhando público boca-a-boca, e logo estava novamente dando entrevistas e tocando suas novas canções nas rádios norueguesas. recebida com certa frieza, uma vez que "seu passado a condena", marit logo provou que sua música é de qualidade, e os críticos a festejam como uma grande promessa da música pop. Não demorou muito para que ela conseguisse um contrato com a Virgin Records.


Seu primeiro single solo, "Don't Save Me", foi uma das poucas canções que não foram divulgadas anteriormente. Foi uma decisão bastante arriscada, pois outras canções seriam hits certos para sua reestréia. Mas o risco se revelou totalmente válido.


Fonte: www.maritlarsen.com

Imagem do vídeo de "Don't Save Me" - carro estiloso, digaê!...


"Don't Save Me", à primeira vista, é um recado claro a Marion. Uma declaração de separação amigável, embora ainda haja algumas arestas a serem aparadas ("Vá devagar / antes que / haja coisa demais pra se ignorar"). Oficial e obviamente, Marit desmente que a canção tenha sido escrita para Marion (supresa, surpresa, surpresa...).


Musicalmente, a faixa é simplesmente deliciosa! Dá uma impressão de que foi retirada de algum dos álbuns do ABBA, nos seus tempos áureos, com uma brilhante intervenção de uma gaita à Stevie Wonder. Tudo isso embalado pela voz pequena e precisa de Marit, que melhorou muito seu canto desde seus dias com Marion. A batida das palmas a direcionar a canção é tão empolgante que chega a corar os mais roqueiros.


O vídeo também é outro ponto forte! Os vários carros em que Marit aparece despertam a curiosidade para decidir qual o mais estiloso, fora que eles vão se tornando cada vez mais psicodélicos com o passar da música!


Fonte: www.maritlarsen.com

Marit Larsen - foto por Stian Andersen


"Don't Save Me" está em #1 nas paradas norueguesas há SEIS SEMANAS CONSECUTIVAS, e "Under The Surface", o álbum, já é disco de ouro, com 22 mil cópias vendidas em menos de um mês, o que é muito num país pequeno como a Noruega. Para comparar, "End Of Me", o álbum solo de Marion Raven, vendeu 18 mil cópias e está nas prateleiras há mais de um ano (por acaso, a Atlantic rescindiu contrato com ela agora em março). para coroar a volta por cima, Marit tem seu álbum apontado pela crítica européia como o "must have" de 2006. Tá bom, ou querem mais? Aguardemos o próximo single!


M2M? Marion? Nah... Marit está muito bem sozinha!



**********

Tom

11 comentários:

  1. Aêêê finalmente tou conseguindo comentar. Ai ai esse post com essa música veio a calhar pra meu momento. Como sempre, tá tudo lindo. Música linda, post lindo. Beijoooooo

    23/04/2006, 01:40

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa cantora...

    e,infelizmente,ainda nao ouvi os novos works de marisa!!!!

    =***

    23/04/2006, 01:48

    ResponderExcluir
  3. Liannara, CR Branca6 de setembro de 2009 00:39

    Crítica positiva totalmente exagerada.
    A música é gostosinha, ok? Mas é só.

    23/04/2006, 05:28

    ResponderExcluir
  4. Você que é chata até não poder mais, colega!

    23/04/2006, 23:00

    ResponderExcluir
  5. Gostei da sua resenha. Um dia queria escrever assim tão bem.

    http://cartasintimas.zip.net
    http://dudve.blogspot.com

    24/04/2006, 10:37

    ResponderExcluir
  6. úia.... será o novo Tatu?
    tatu-bola? tatu-lésbico? tatú-venda?
    aeuhaeuheauhaeuhaeuheauehauh
    que doidera!
    abração do gi@co

    24/04/2006, 14:26

    ResponderExcluir
  7. Mesmo suas músicas não fazendo parte das minhas prediletas, bela a história da dupla desfeita por uma das duas, onde a outra dá a volta por cima e consegue brilhar sòzinha.
    Abração.

    24/04/2006, 17:32

    ResponderExcluir
  8. puts, Tom... fiquei boiando... Não conheço a figura. É nova? bem a Giulietta Masina eu conheço. Acho que tô precisando me atualizar! hehe... Abração!

    25/04/2006, 15:06

    ResponderExcluir
  9. Eu não sou chata. Sou menos empolgada que você Antônio.
    A música é gostosa e ponto.

    25/04/2006, 15:08

    ResponderExcluir
  10. Chata, chata, chata!!!

    26/04/2006, 08:10

    ResponderExcluir
  11. Oi amigo!!!Nossa que historia, adorei o post Tom, ou Antonio sem acento!!kkkkk Realmente no começo eu fiquei voando, porem praque existe Vagalume, Imagem no google, e Emule p baixar as musicas!!!rsrsrs Ai pide ficar mais ligada na sua historia!!

    27/04/2006, 10:41

    ResponderExcluir